Bem-vindo ao blogue da biblioteca da escola da Ribeira

Bem-vindo ao blogue da biblioteca da Escola da Ribeira. Serve uma população da Educação Pré-Escolar e do 1º CEB. A biblioteca foi a primeira, entre as seis do agrupamento, a ser inserida na Rede de Bibliotecas Escolares do Ministério da Educação, em 1998. As atividades são dinamizadas em 5 escolas, abrangendo uma média de 33 turmas.

sexta-feira, 26 de junho de 2020

A GENTILEZA | CURTA-METRAGEM

A GENTILEZA
Terminou este ano letivo atípico. Agora, iniciamos a fase mais burocrática.
Desejo a todos umas férias de verão retemperantes com esta curta-metragem, como forma de lembrar que, mesmo confinados ao distanciamento físico, os gestos de gentileza são fundamentais para recebermos ou darmos alegria. Desfrutem. Divirtam-se.
BEM-HAJA. 

quinta-feira, 25 de junho de 2020

A LUA | CURTA-METRAGEM


LA LUNA é uma curta-metragem de animação produzida nos Estúdios de Animação PIXAR, em cooperação com a Walt Disney Pictures. Foi realizada pelo italiano Enrico Casarosa, também autor do guião. O produtor é Kevin Reher. Um menino, BAMBINO, encontra-se no seu primeiro dia de contacto com a herança do trabalho tradicional da sua família. É levado pelo seu pai e o seu avô para um velho barco de madeira, chamado "La Luna". A sua missão é ajudar o pai e o avô a apanhar as estrelas na lua e a limpá-las. Avô e pai, cada um disputa para ensinar o seu próprio método ao menino. Nesta curta-metragem, a realidade familiar mistura-se com a fantasia de uma criança.
Para os mais pequenos e os menos pequenos apreciarem.
Afetos, partilha e sonho andam de mãos dadas. .

terça-feira, 23 de junho de 2020

O MOCHO QUE COMIA FIGOS

O MOCHO QUE COMIA FIGOS.
Este conto integra uma colectânea de seis contos budistas: JATAKAS.
Foi escrito por Marta Millá e Rebeca Luciani.
Quero dizer-vos com esta narração que, nas provações pandémicas e académicas, nos mantivemos juntos.
A perseverança traz sempre renovação. É isso que vos desejo, no desfecho das atividades letivas.
Firmes e fieis à vida, ela revigora-se, a seguir à provação.
Devemos acreditar sempre na nossa "figueira"!
Helena Marques <3

NA MÁQUINA DO TEMPO



NA MÁQUINA DO TEMPO
A narração trata um poema de Luísa Ducla Soares, que faz parte do seu livro: " A Cavalo no Tempo".
Os pequenos do 3.º e do 4.º ano estão a precisar deste texto.
Os pequeninos da Pré-Escolar, 1.º e 2.º ano, também se identificam com a fantasia e o nonsense que caracterizam a escrita desta escritora, sempre a baralhar as verdades feitas e a brincar com elas.
H.M.

A MENINA GOTINHA DE ÁGUA


A MENINA GOTINHA DE ÁGUA é uma obra do escritor Papiniano Carlos.
Eu diria que é um texto híbrido, metade conto, metade poesia.
Enfim, uma narração poética!
Nascido em 1918, faleceu em 2012. Este escritor português criou esta obra, nos anos 60. Portanto, há 60 anos. Este livro revolucionou a literatura infanto-juvenil , em Portugal.
Passadas 6 gerações, ainda assim, ela continua a marcar as gerações com a sua pujança, a sua verdade e a sua beleza.
Aqui vai este clássico para os pequenos ouvirem.
Alguns deles vão mesmo precisar para as aulas.
Um beijinho. <3

terça-feira, 9 de junho de 2020

CAMÕES, O POETA

 DIA DE PORTUGAL, DE CAMÕES E DAS COMUNIDADES
Para comemorar esta data tão importante para a nossa identidade coletiva nacional, partilho o clip do filme "CAMÕES". Foi rodado em 1946, por José Leitão de Barros.
Trata-se de uma relíquia da nossa cultura.
Neste episódio, Luís de Camões declama o poema "Amor é fogo que arde sem se ver", em plena corte, à sua bem-amada. O filme aborda a vida deste grande poeta português que viveu no século XVI. Tão grande poeta que ainda hoje representa o Dia de Portugal, pela marca que deixou na nossa cultura, literatura e História.

HISTÓRIAS DO GRUPO PROJETO OFF

Apresentam-se histórias contadas pelo Grupo OFF. 
Aquilino Ribeiro e histórias tradicionais do património oral.
https://www.facebook.com/Projeto.Grupooof

terça-feira, 2 de junho de 2020

MENINOS DE TODAS AS CORES

SEMANA DA CRIANÇA
"Meninos de todas as Cores" de Luísa Ducla Soares é um conto que aborda a realidade multirracial e multicultural da qual fazemos todos parte. Sensibiliza à singularidade de cada diferença.
Para os meninos da Educação Pré-Escolar e do 1.º CEB, fica esta narração.
De pequenino se descobre que a cor diferente dos olhos, da pele ou dos sentimentos só nos torna mais interessantes.

CORRE, CORRE, CABACINHA

CORRE, CORRE, CABACINHA
Trata-se de um conto de tradição oral portuguesa.
Esta é a versão do reconto da escritora portuguesa, Alice Vieira
Alguém irá necessitar na próxima semana.
Talvez vos tenham contado este conto tradicional na vossa infância?
Eu tive essa sorte!
Passei para a oralidade a versão de Alice Vieira. ❤️

CONTO LOULOU, de GRÉGOIRE SOLOTAREFF

LOULOU
Uma história sobre uma amizade que não quebra.
Uma história que diz que ainda bem que se é diferente, porque tudo se torna melhor. Um conto do autor Grégoire Solotareff, para crianças, editado em França, em 1989. Este é o exemplo de que uma boa obra artística é intemporal.
Ser diferente é uma coisa mesmo boa! E um bom amigo nunca nos abandona. Este lobo e o seu amigo coelho não são, de facto, como qualquer lobo ou coelho. E por isso, não têm preconceitos. H.M.

TANGERINA | CONCERTO COM POESIA DE ALMADA NEGREIROS


Durante a semana, a comunidade educativa pode aceder a este espetáculo TANGERINA.
É o nosso presente da semana da criança.
Uma parceria do Teatro Viriato com a Girassol Azul.
Ana Bento e Bruno Pinto, músicos viseenses criaram este concerto de música com os seus filhos, com base em poesia de Almada Negreiros.
É incrível a obra de arte que criaram. Amor e beleza de mãos dadas. 
Basta aceder ao link para assistir ao espetáculo em streaming.
Estav previsto o espetáculo ao vivo, ao qual algumas turmas de alunos iriam assistir. Dado o confinamento, será assim.
https://youtu.be/ggkohCkNSyg